Próstata e Infertilidade

A próstata é uma glândula masculina e está diretamente associada com o líquido seminal, sendo composta por diferentes zonas.

A zona central da próstata é por onde passa o esperma para a uretra, em torno dos canais ejaculadores. Já a zona de transição é aquela em que comumente há um aumento benigno da próstata, especialmente com a idade, conhecido como hiperplasia benigna da próstata.

Já a zona periférica é a área que, com maior frequência acontecem os tumores malignos, chamados de câncer de próstata.

Existe ainda a zona fibromuscular anterior, que é a parte não glandular da próstata, que é feita por tecido fibroso e tecido muscular.

A base da próstata fica diretamente abaixo da bexiga, sendo que a próstata envolve a uretra. É por isso que nos casos de hiperplasia pode haver dificuldade para urinar.

A principal função da próstata é produzir e também armazenar um liquido que é incolor e levemente alcalino, que representa de 10% a 30% do volume seminal, junto com os espermatozoides, formando o sêmen.

Relação entre a próstata e infertilidade

As principais doenças e problemas que afetam a próstata são a prostatite, a hiperplasia prostática benigna e também o câncer de próstata. Veja mais:

  • Prostatite

Essa doença é a segunda maior causa de infertilidade entre homens, sendo mais comum na população acima de 50 anos de idade. Ela é comumente causada por bactérias, se apresentando como uma dor para urinar e na região genital, aumento da frequência de micção e febre.

Também pode se tratar de um problema crônico e que apresenta sintomas como dor pélvica, presença de sangue no sêmen e impotência sexual.

Também confira: RenovaProst Funciona

Por vezes, a dor é tão intensa que pode até impedir ou dificultar a realização do exame físico por parte de um especialista.

Quanto à infertilidade, o que acontece é que as infecções podem acabar diminuindo a qualidade do líquido que é produzido na próstata, diminuindo a fertilidade.

Mais do que isso, a prostatite ainda pode ocasionar a ejaculação precoce e dificuldades de ter uma ereção, que são causas secundárias de infertilidade masculina.

A boa notícia é que o tratamento pode ser realizado com anti-inflamatórios e antibióticos a fim de melhorar o problema, podendo reverter a disfunção erétil e a infertilidade.

  • Câncer de próstata

Nesse caso, a doença em si não tem relação com a infertilidade, no entanto, o tratamento para essa condição pode gerar efeitos colaterais, tal como a infertilidade.

Isso porque a radioterapia ou a quimioterapia podem comprometer a fertilidade masculina. Nesse caso, o mais indicado é considerar a possibilidade de realizar o congelamento do sêmen.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais da relação entre próstata e infertilidade!

Dicas Para Resolver a Impotência

A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, é um problema que leva á incapacidade de conseguir uma ereção ou de manter ela depois de já obtida. Nesse caso, o contato íntimo se torna impossível, pois o pênis não tem rigidez suficiente.

No entanto, o mais importante de tudo é sempre lembrar que todo mundo pode falhar de vez em quando e isso não significa que você está impotente.

A impotência sexual só se caracteriza quando essa falha acontece em, ao menos, 50% das tentativas de contato íntimo.

Mais do que isso, também pode ser que a ereção até aconteça, mas não seja suficientemente rígida para que haja penetração.

Assim como as causas para o problema são variadas, o tratamento também pode ser, não existindo apenas uma abordagem possível para o problema.

Vale lembrar ainda que a impotência sexual é um problema sério, que afeta principalmente homens com idade entre 50 e 80 anos. No entanto, ele pode acontecer desde a adolescência, sendo que ninguém está livre.

Causas principais da impotência sexual

Como já foi explicado, antes mesmo de determinar qual é a melhor forma de resolver a impotência, é essencial entender o que está causando o problema. Dentre as principais causas da impotência sexual temos as seguintes:

  • Alcoolismo
  • Tabagismo
  • Uso de drogas ilícitas
  • Uso excessivo de medicamentos anti-hipertensivos, antipsicóticos ou antidepressivos
  • Problemas emocionais ou psicológicos, tais como medos, traumas, depressão, ansiedade e outros.
  • Doenças crônicas, tais como insuficiência renal ou diabetes

Somente o médico é que pode avaliar cada caso individualmente e entender quais são as causas do problema, para determinar também qual a melhor forma de tratamento.

Como resolver a impotência sexual

A impotência sexual é um problema que pode ter variados tratamentos, visto que ele vai depender das causas. Algumas das opções mais comuns são as seguintes:

  • Uso de medicamentos: dentre eles, podemos citar alguns mais conhecidos, tais como o Viagra, Cialis, Levitra, Apomorfina, Alprostadil e Blemelanotida, ou até mesmo o v8 big size que é em formato de gel.
  • Terapia de reposição hormona: pode ser recomendado o uso de hormônios através de adesivos, cápsulas ou até injeções de testosterona, para aumentar e facilitar os níveis desse hormônio masculino.
  • Aparelhos ou bombas de vácuo: existem aparelhos de sucção à vácuo que ajudam a favorecer a ereção e podem ser mais aconselháveis para alguns homens do que os tratamentos feitos com remédios.
  • Implante de prótese peniana: essas próteses são utilizadas apenas como o último recurso para quando os demais tratamentos não ofereceram os resultados esperados.

Mais do que isso, também pode ser aconselhável procurar por um atendimento psicológico e terapia em casal, para complementar os resultados.